P√°ginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Itajubá e Cambuí - MG



ūüďĆITAJUB√Ā 

E


CAMBU√ćūüďĆ






Itajubá faz parte do circuito turístico dos caminhos do Sul de Minas, sendo um dos centros urbanos mais importantes dessa região. O principal produto agrícola é a banana, destaca-se também o cultivo de milho, a pecuária bovina e suína e a cafeicultura. Por ser uma região com muitas rochas é comum a prática de escaladas.
Cambu√≠ integra o circuito das serras verdes do sul de minas, possui muitas cachoeiras e por√ß√Ķes de mata e v√°rios pontos tur√≠sticos. 

DIA 1
6h40 teve in√≠cio √† viagem com destino √† Itajub√°.  Depois de 2h, conseguimos enfim, sair da rodovia e entrar em Cambu√≠. Seguimos direto atrav√©s da estrada de terra que liga essa cidade √† Consola√ß√£o e depois, Parais√≥polis.
Paramos na praça para registrar esse belo click da
Igreja Matriz (FOTO).


Depois, fomos caminhar ali pelas ruas centrais, que s√£o bem agrad√°veis. Saindo da cidade pelo lado oposto da MG-295, seguimos dire√ß√£o √† Itajub√°. 
Chegamos √† cidade e fomos direto fazer o “check in” no hotel. Dali, fomos conhecer a regi√£o central, com direito a Pra√ßa Theodomiro Carneiro Santiago e a Igreja Matriz (FOTO)



DIA 2
Fomos em direção à Cachoeira Ano Bom (FOTO). Na MG 383, que liga as cidades de Itajubá à Maria da Fé, após 03 Km, entramos à direita na Estrada Retiro, de terra. Percorrendo mais 02 km chegamos à cachoeira, que fica à direita.



Dali, fomos para a cidade de Conceição dos Ouros, conhecer a Prainha dos Euclides. (FOTO).


Lugar muito agrad√°vel.
Por volta das 12h, seguimos viagem, passando por Cachoeira de Minas.
14h e chegamos ao nosso destino do dia: a cidade de Cambuí.
Como o tempo estava agradável, com o sol muitas vezes se escondendo atrás de nuvens, optamos por passar o restante da tarde na piscina do hotel (FOTO), só saímos para jantar.



DIA 3
Acordamos e partimos rumo √† Senador Amaral (FOTO), cidade situada a mais de 1.550 metros de altitude, sendo a segunda mais alta do pa√≠s, com in√ļmeras √°reas de cultivo de orqu√≠deas e morangos.



Por ali, pretend√≠amos conhecer os T√ļneis Eg√≠pcios, localizados no Bairro dos Pelicas, no Hotel Fazenda Vale dos Reis. N√£o foi poss√≠vel, pois o local estava desativado.
Retornamos para Cambuí e dalí, para Itapeva.
Depois de informa√ß√Ķes, fomos atrav√©s de uma estradinha de terra at√© o Vale Sui√ßo Resort e seguimos em dire√ß√£o ao S√≠tio da Pedra Chata. Uma subida de quase 2 km pela estradinha de terra em condi√ß√Ķes razo√°veis. F√°cil para encontrar, pois existem placas orientativas.
Chegando, foi s√≥ estacionar o carro e pagar uma pequena taxa para entrar, j√° que √© uma propriedade particular. Inicialmente fomos atrav√©s de uma longa e tranquila trilha subindo at√© a famosa pedra chata. √Č gigantesca. O local √© magn√≠fico e a vista,ūüėÉūüĎĆūüĎć deslumbrante. 



Depois de muitas fotos e um bom tempo por ali, descemos at√© a piscina incrustada nas pedras (FOTO). √Āgua super gelada, mas depois nos acostumamos, no meio da piscina √© bem fundo, j√° nas laterais tem pedras que conseguimos at√© sentar.
O local conta com toda uma infra estrutura para os turistas, com um pequeno bar e vesti√°rios.



Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio