Páginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Monte Verde - MG






🔻MONTE VERDE-MG🔻







Localizada no extremo sul de Minas Gerais, é o destino certo para quem procura baixas temperaturas, pois está em meio às montanhas da Serra da Mantiqueira. O inverno é bem rigoroso, com isso atrai turistas de todos os cantos. Além desse frio a cidade conta com muitas outras atrações como fábrica de cerveja e de geleias, trilhas, esportes e aventuras. Então você poderá vistar em qualquer época do ano.

DIA 1
A avenida Monte Verde é a principal da cidade e é por lá que o passeio começou. Partindo do portal da cidade, pela avenida, seguimos pela Trilha do Pinheiro Velho (FOTO), que fica dentro da cidade. Trilha curta e muito fácil. Nos leva até o aeroporto em aproximadamente 500 metros e seguindo um pouco mais, chegando aos 700 metros, tem seu fim na Avenida Sol Nascente. A trilha é bonita e caminhando por ela, passa-se sobre o riacho que cruza a cidade e nascente com água potável. Por ali tinham poucas pessoas no trajeto. Sem dúvida lá do alto, no aeroporto, deve-se ficar um tempo, pois é um bom local para se apreciar a cidade, com os morros no entorno. 



A descida foi tranquila e na sequencia, o passeio pela avenida principal. Depois, para iniciar a tarde, mais uma trilha. A escolhida dessa vez foi a Trilha da Pedra Partida (FOTO). A cidadezinha é bem sinalizada. 


O caminho para lá se inicia pela Avenida das Montanhas, passando pelo Portal das Montanhas. O percurso de carro até o início da trilha foi um pouco demorado, mas com certeza valeria muita a pena. 
Aproximadamente 14h. O carro ficaria estacionado junto a uma caixa d'água e dali para frente, era a pé por trilha e subindo sempre. Desse ponto saem duas trilhas. Mas a escolha já tinha sido feita para essa tarde, conforme mencionado. E é a trilha que leva ao ponto mais longe da cidade. A trilha é boa, sem qualquer obstáculo, mas cansativa. Nela também não tinha muita gente. Nessa trilha se inicia a Trilha da Pedra Redonda, sinalizada por uma placa. Depois de muito tempo, o final da trilha: a Pedra Partida (FOTO), com seus 2.050 metros de altura. 


DIA 2
8h30m mais ou menos, era sair para mais um dia de trilhas. 
Seguindo de carro pela Rua Mantiqueira, a parada agora foi a outra caixa d'água, onde a trilha tinha início. Muita subida, mas foi bem tranquilo. 
Mais ou menos 1h de caminhada (na verdade, subida) e chega-se ao Platô (FOTO), aos 1.900 metros de altura. Maravilhoso!!😃😄 


Do platô saem duas trilhas, em direções opostas. Uma leva ao Chapéu do Bispo... 


...e a outra, ao Pico do Selado. 


Aqui também existe a marca de divisa entre os Estados de SP e MG. 
Depois de um tempo por ali, a caminhada continuou pela trilha até o Chapéu do Bispo (FOTO), à 2.030 metros de altura. Foi uma trilha, digamos plana. Sim, plana, já que até ali foi só subir, subir e subir. E haja fôlego!!😌 


Decididamente ali eram as trilhas mais visitadas. Outro local fabuloso.
Aqui, existe uma fenda estreita na pedra por onde alguns se aventuram a descer.
Com ajuda e orientação dos guias, escorrega dali, desliza daqui, rasteja e pronto. Obstáculo (fenda) transposta. Sensacional!! 
Daí já foi passando do meio dia. O retorno se deu pela mesma trilha até o Platô.
Um tempo descansando e apreciando a paisagem, linda por sinal.
14h e era hora de seguir em direção ao Pico Selado (FOTO), a 2.080 metros de altura. Depois de uma longa caminhada, com subidas e descidas relativamente suaves, pronto. Mais um local visitado. 


De volta ao Platô, o caminho seria então só descida pela trilha até o carro. Desce, desce, desce,... Cadê o fim da trilha??? 

DIA 3
Ainda faltava a visita à Pedra Redonda. E esse seria o passeio. 
Partindo da pousada, o mesmo percurso da tarde do primeiro dia na cidade. 
Seguimos a pé subindo pela trilha logo cedo. Na metade da trilha que dá acesso à Pedra Partida, foi pegar a bifurcação que conduziria para à Pedra Redonda. Depois de muito subir, a Pedra Redonda (FOTO). Uhhhhhh!!!😄😃 Como em todos os lugares anteriormente visitados, a vista era encantadora. 
Lugar igualmente lindo!!💖  


Ali também tinha um ponto sinalizando a divisa dos estados de SP e MG.
A descida se deu no final da manhã, pois a intenção era almoçar em Monte Verde. 
Agora era passear então, mais uma vez pela Avenida Monte Verde. O percurso se iniciou na Galeria Suíça, passando pelo Shopping Inverness e a praça central. Ali tinha uma bela feirinha, com banquinhas de comida, inclusive.  
Pouco mais e 13h e a visita agora foi à Roda d'Água (FOTO). 


Fica a dica: visite a cidade, mas não deixe de conhecer as trilhas, pois as vistas são sensacionais!!👍😃


Nenhum comentário:

Postar um comentário