P√°ginas

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Arax√° e Sacramento - MG

ūüďĆARAX√Ā 

e

SACRAMENTO/MGūüďĆ



Arax√° pertence a mesorregi√£o do Tri√Ęngulo Mineiro e Alto do Parana√≠ba, preserva fragmentos hist√≥ricos em alguns casar√Ķes do centro da cidade. Muito conhecida pela famosa hist√≥ria de Dona Beja e muito procurada por suas fontes termais. √Č tamb√©m umas das portas de entrada para o Parque Nacional da Serra da Canastra.

Sacramento pertence a microrregi√£o de Arax√°, tamb√©m faz parte no circuito tur√≠stico da Canastra e sua principal atra√ß√£o √© a Gruta dos Palhares, considerada a maior gruta de arenito da Am√©rica Latina. 

DIA 1 - ARAX√Ā
Chegamos na cidade √† noite, vindos de Delfin√≥polis/MG. No dia seguinte logo cedo j√° sa√≠mos, e a primeira parada foi na Par√≥quia S√£o Sebasti√£o, foi constru√≠da em 1.804 e se tornou um bem tombado pelo Instituto Estadual do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico de Minas Gerais, em 1.979. O local tamb√©m abriga o Museu Sacro de S√£o Sebasti√£o inaugurado em 1.991 com fotos, objetos e imagens de √©poca. 


Como estávamos no centro, resolvemos conhecer tudo ali, fomos até o Museu Dona Beja, uma pena, pois estava fechado para restauração.


Próximo dali o Museu Calmon Barreto, criado em 1.996 para divulgar a obra do artista que se destacou como desenhista, pintor, escultor, gravador e escritor.
√Č o maior museu do Brasil em n√ļmeros de obras de arte de um s√≥ artista.


Em frente √† pra√ßa central, est√° o Memorial de Arax√° √© uma homenagem a 180 pessoas araxaenses que contribu√≠ram com a hist√≥ria da cidade. Atrav√©s de quadros, instrumentos musicais, biografias, livros e outros objetos. Retrata tamb√©m um pouco da cultura e da tradi√ß√£o da cidade. 


Na Pra√ßa Central, um monumento bem diferenciado chama aten√ß√£o de quem passa. Trata-se do Monumento da Ant√īnio Carlos, s√£o diversas fileiras de madeiras, com um visual super moderno.


Subindo a praça chegamos a Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão.


Agora de carro, fomos até o Parque do Cristo que passou por dois anos de reforma e foi reinaugurado em 19/12/2017. O Cristo possui aproximadamente 10 metros de altura, é cercado por muros e bancos de alvenaria, com calçamento e iluminação.


Existem duas entradas: ou parar no estacionamento, j√° l√° no alto do morro ou subir essaūüĎá escadaria com 236 degraus. 


Ao redor do Cristo, ou seja, o restante do parque est√£o instala√ß√Ķes e equipamentos de gin√°stica, pista de caminhada, √°rea de atendimento ao turista, playground, lanchonete, banheiros... 
Uma das vistas da cidade!

  
Pr√≥ximo de l√° fomos at√© a √Ārvore dos Enforcados √© o s√≠mbolo da cultura negra na cidade. Diz a lenda que ali se enforcavam escravos. Dizem tamb√©m que no s√©culo 19, depois do enforcamento de dois escravos, muita gente viu a √°rvore chorar.
Hoje a √°rvore encontra-se assim, pois ela morreu depois de v√°rias tentativas de recupera√ß√£o. 


Nosso √ļltimo passeio do dia foi conhecer o famoso Termas de Arax√° que est√° integrado ao Grande hotel e fica localizado no Parque Barreiro, inaugurado em 1.944. EsseūüĎá √© o hotel com fachada principal de 9 pisos e mais ou menos 27,34 metros de altura.


Logo ao lado est√° o Termas, um complexo como v√°rios tipos de banhos termais. 


√Ārea interna - Termas. 


Os jardins e o projeto paisag√≠sticos foram criados pelo famoso Roberto Burle Marx, √© semelhante as antigas constru√ß√Ķes coloniais.  


Depois de uma boa caminhadinha na parte de tr√°s do hotel, chegamos na t√£o famosa Fonte Dona Beja em homenagem √† Ana Jacinta de S√£o Jos√© (Dona Beja). Diz a lenda, que a Fonte fica no mesmo local em que a mulher se banhava. Localizada entre rochas vulc√Ęnicas em uma gruta, de onde brota √°gua radioativa e mineral.


A fonte de √°gua!!


Em frente a fonte existe uma escada √† esquerda com banhos/duchas parecendo uma cascata, pois a press√£o √© muito forte. 


Assistam o vídeo da ducha!!


Próximo a fonte, pegando uma estradinha de terra, fomos conhecer as Ruínas do Hotel Rádio, mas estava todo cercado com grades e não conseguimos visitar, conseguimos essa foto por cima do portão.
Hist√≥ria do hotel: foi inaugurado em 1.919 e est√° abandonado desde 1.940, quando uma mulher se suicidou em um dos apartamentos. Os h√≥spedes e funcion√°rios come√ßaram a relatar sons estranhos e vis√Ķes de vultos. Hoje o local √© um parque com diversas atividades.


Depois fomos experimentar a águas sulfurosas da Fonte Andrade Junior, situada às margens do lago em frente à entrada do Termas.


Bem em frente ao complexo está a Capela Nossa Senhora das Graças, que encanta por fora e sua área interna é bem singela.


DIA 2 - SACRAMENTO
Nosso intuito na cidade era apenas conhecer a Gruta dos Palhares, que fica localizado no Parque Municipal da Gruta dos Palhares na Rodovia Antenor Duarte Vilela à 10 km do centro.

Pagamos uma taxa de R$ 5,00 por pessoa (estudante paga meia), e logo na entrada essa "mini-igrejinha", com esse lago na frente.


Uns 50 metros est√° a Gruta, que foi descoberta em meados do s√©culo 19, possui 22 metros de altura, e aproximadamente 450 metros de profundidade e sua forma√ß√£o rochosa √© de arenito botucatu.
Seu sal√£o principal abriga ninhos de maritacas, andorinhas e outras aves.


Tem até uma cascata!!


Parte interna!!


√Ä frente da gruta e para uso p√ļblico existem: restaurante, lanchonete, sorveteria e essa maravilhosa piscina. 


Aproveitamos muito bem nosso dia nesse lugar incrível e depois seguimos para Rifaina, já no Estado de São Paulo.

Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio