Páginas

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Bueno Brandão - MG

📌BUENO BRANDÃO/MG📌






Localizada na Serra da Mantiqueira, e também na microrregião de Pouso Alegre, está a 1.100 metros acima do nível do mar. As principais atrações são o turismo ecológico, principalmente suas belas cachoeiras.  

DIA 1
Chegando em Bueno Brandão, fomos até a praça principal, onde encontra-se a Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus, com essa linda escadaria colorida.



Em frente à Igreja está o centro de informações turísticas, onde pegamos nosso mapa e algumas orientações. Existe uma variedade de cachoeiras, difícil escolher qual conhecer. Mas optamos pela Santa Rita, pois segundo informações é um lugar tipo praia, com areia e tudo. 
Fica localizada à 16 km do centro, sentido Munhoz/MG, em estrada de terra.



Entrada do local, do lado esquerdo possui estacionamento, e o valor cobrado por pessoa é de R$ 5,00, onde pode-se passar o dia todo inclusive sair e voltar, desde que apresente o voucher carimbado.



Depois que passamos a entrada, já avistamos essa bela paisagem, do lado esquerdo onde tem esse mapa de minas, funciona uma lanchonete.



E finalmente a cachoeira com 18 metros de queda!!
Como comentamos anteriormente, é uma prainha, super tranquila e rasa, aparentemente não há lugares fundos e perigosos, mesmo chegando lá na queda d'água bate na cintura e o fundo e todo de areia. O único problema é que a água é super gelada, mas depois o corpo acostuma!😀


Algumas horas ali, consultamos o mapa e naquela rota que estávamos, indicava mais cachoeiras. Então fomos procurar essas outras, e por um acaso, encontramos a primeira com ajuda de um casal, disseram que era bem bonita e que valia pena conhecer, confiamos e fomos lá.  

O único problema e que não sabemos se é a Cascavel I, II ou Ciganos (mesmo com o mapa, estava difícil saber qual era), pois não havia nenhuma sinalização, apenas escrito "Cachu" com tinta já meio apagada, e letra pequena em um pedaço de madeira.

A entrada é gratuita e é feita por um portãozinho que tivemos que passar de lado, pois era super estreito, depois disso caminhamos uns 15 minutos no meio de um milharal e no meio da mata, até que chegamos.
Realmente não gostamos muito, não há lugar para ficar, pois tem muitas pedras, e não tem como tomar banho, apenas caminhar pelas águas. 


Seguindo o mapa ainda restava duas cachoeiras naquela rota: Davi 1, com duas quedas de 20 metros, com um volume grande de água e Davi 2, com corredeira de 25 metros, as duas ficam bem na estrada, quase nem existe trilha, também não é paga, um local apenas para ser apreciado e fotografado, pois não tem como tomar banho, pelo menos para nós, achamos inviável. 


Como já era final de tarde, voltamos para o centro da cidade, e fomos conhecer o Mirante do Cristo, localizado na Estrada do Cristo à 1,4 km do centro, com uma altura de 1.352 metros. A vista é magnífica!!


DIA 2
Ficamos hospedados em um charmoso Chalé da cidade.


Com essa vista!!


Depois de um belo café da manhã, partimos para mais um dia de cachoeiras, e a primeira delas foi Cachoeira do Sossego, localizada à 5 km do centro, na estrada que liga Bueno Brandão/Socorro, uns 800 metros da pista. Lá também funciona um Camping e apenas para conhecer o local pagamos uma taxa de R$ 7,00 por pessoa.


O local é bem bacana, todo sinalizado, com trilhas, lixos, cordas para apoio, mas não achamos que possui lugar para banho, é apenas o rio descendo e alguns lugares possuem pedras que formam a cachoeira, mais um lugar para ser apreciado e fotografado.


Umas das quedas!!!


Um ponto bem conhecido no sossego é a árvore centenária caverna, que fica na entrada do Camping, ao lado do portão, que na verdade quando entramos não vimos, ficamos procurando lá dentro, e quando saímos nos deparamos com ela. 
Essas escadinhas dão acesso a parte interna, que por sinal é bem interessante, nunca tínhamos entrado em um local assim!!


De lá, seguimos para o Félix, pois encontra-se na mesma estrada, depois da entrada da cachoeira que está na pista, são mais 2 km de estrada de terra. 


O valor de entrada é R$ 10,00 por pessoa, possui seguro, estacionamento, banheiros e uma lojinha de artesanato, onde eles fornecem essa "moedinha"👇, com valor "simbólico" de R$ 3,00 e se fizer algum compra na loja abate o valor, senão poderá levar para casa de recordação.


Para chegar até a cachoeira, fizemos uma trilha com mais ou menos uns 500 pneus velhos, é na verdade uma trilha ecológica, muito interessante e diferente!


No final da trilha já avistamos a cachu com seus 40 metros de altura.  


Vista antes de descer!!!


Ótima para banho e também não é funda, e muitos praticam rapel.


E nossa última cachoeira visitada na cidade foi a Cachoeira do Machado, também na mesma estrada, pagamos uma taxa de R$ 7,00 por pessoa. Possui 15 metros de altura, uma pequena trilha de uns 2 a 3 minutos e logo já avistamos.
É bem tranquila, e lá pertinho da queda é bem raso a água bate na cintura, muito gostosa.


E muita água!!!!


É possível fazer uma outra pequena trilha para subir no topo da cachu, e foi o que fizemos, uma parte dela e feita pela água!!

 

  Vista lá de cima!!


Acompanham nossa trip, seguimos para Socorro/SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário