Páginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

--Veneza e Udine

📌ITÁLIA📌

Veneza







Veneza um sonho de lugar, uma cidade única!! Localizada no meio de uma lagoa é separada por cerca de 150 canais. Repleta de palácio e igrejas, uma arquitetura que mistura o estilo gótico e bizantino.

DIA 1
Chegamos na cidade vindos de Florença, o tempo estava nublado, frio e chuviscando. Passamos pela Ponte Guglie, e tivemos que andar debaixo de chuva mesmo. 


Campo San Marcuola, igreja dedicada aos santos Hermagoras e Fortunatus, está localizada em frente ao Grande Canal.


Passamos pelo Museo di Storia Naturale di Venezia (Museu de História Natural), localizado no Grande Canal, suas coleções estão relacionadas à história natural da lagoa veneziana que circunda a cidade.


Entramos na Chiesa di Santa Maria Maddalena (igreja de Santa Maria Maddalena), e esperamos passar um pouco a chuva. É um edifício com exemplos mais famosos da arquitetura neoclássica veneziana.



Chiesa dei Santi Apostoli (Igreja dos Santos Apóstolos de Cristo), igreja católica romana do século VII, uma das mais antigas da cidade, sofreu inúmeras mudanças desde a sua fundação. A igreja abriga várias obras de arte, incluindo peças de Giambattista Tiepolo e Paolo Veronese.


E chegamos ao que seria o ponto forte dos passeios nesse dia: Piazza San Marco (Praça de São Marcos), no 💗 de Veneza, simplesmente lotada de turistas. Como é o lugar mais baixo da cidade estava alagada, mas existiam passarelas elevadas. 
O local tem 180 metros de comprimento por 70 metros de largura, sua construção teve início no século IX. 


E lá está o templo religioso mais importante - A Basílica di San Marco (Basílica de São Marcos), demorou mas conseguimos visitar gratuitamente, apenas o Museu, o Tesouro e a Pá de Ouro exigem compra de ingressos.


Muito linda interiormente, pois a cor dominante é o dourado. Sob o altar, sustentado por quatro colunas de alabastro e mármore, descansa o corpo de São Marcos.


Monumento ai Tetrarchi (monumento aos Tetrarcas) é um grupo duplo de estátuas, possui 1,30 metros de altura.


Palazzo Ducale (Palácio Ducal), era um castelo fortificado, depois foi reconstruído e usado como fortaleza e prisão. Em seu interior há pinturas de Tiziano, Tintoretto e Bellini.
Na visita poderá conhecer: salas onde os doges residiam, as salas de votações, o depósito de armas, os pátios e a prisão. Quadros que abrigam, obras de artistas como Veronese, Tiziano e Tintoretto mostram a história de Veneza. Sala do Maggior Consiglio, sala de armas. E por último a prisão, onde estão os calabouços e os poços úmidos.


Bacino San Marco, A bacia de San Marco (ou bacia de San Marco) é a área de água da lagoa veneziana em frente à Piazza San Marco, entre os canais do Lido, Giudecca e o Grande Canal.


Pelos canais de Veneza!!


Chiesa San Moisé, O Chiesa di San Moisé (ou San Moisè Profeta) Igreja católica romana em estilo barroco.


Canal grande (Grand Canal), o maior e mais importante de todos os canais de Veneza. Possui 4 km de comprimento, onde dividem a cidade em duas partes. Pode ser atravessado de vaporetto, traghetto, ou aos que preferirem pode ser feito a pé, por uma das suas 4 pontes: Ponte Rialto, Ponte da Academia, Ponte da Estação e Ponte da Constituição.


Santa Maria della Salute (Basílica de Santa Maria della Salute) é um dos edifícios mais conhecidos de Veneza, construída para celebrar o fim da peste.


Caminhamos mais um pouco e chegamos à Ponte di Rialto (Ponte Rialto), é a mais antiga das quatro pontes que cruzam o Grand Canal, além de ser a mais conhecida. Construída entre 1.588 e 1.591, com 2 rampas inclinadas unidas por um pórtico no meio.


Chiesa di San Giácomo di Rialto, popularmente conhecida como San Giacométo, fica à esquerda da famosa ponte de Rialto.


Chiesa di San Polo (igreja de Santi Giovanni e Paolo) é uma das maiores igrejas da cidade, foi construída para homenagear o Sts. João e Paulo. Designada como basílica menor, é a principal igreja dominicana de Veneza.


Chiesa Santa Maria Gloriosa dei Frari (Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari) é uma das maiores igrejas de Veneza, superada apenas pela Basílica dei Santi Giovanni e Paolo👆.


Os jardins Papadopoli, um pequeno parque público no centro histórico de Veneza. Localizados no bairro de Santa Croce, perto da Piazzale Roma.


DIA 2 - Udine 
Hoje o passeio não seria por Veneza e sim em uma comuna próxima. Acordamos cedo e pegamos o trem para Udine. Compramos a passagem na hora mesmo, ida e volta. O percurso foi em um trem regional.


Pouco mais de 9h, chegamos!! Saímos da estação de trem👇 e fomos direto para a rodoviária, que fica bem pertinho, na mesma avenida. 


Nossa intenção era conhecer a vila onde residiram parentes em épocas passadas. O ônibus para a vila sairia às 11h30 e regressaria às 13h45. Compramos as passagens, ida e volta. Como era uma vila pequenininha, com certeza teria tempo de conhecer o principal.

Como tínhamos um tempinho até o ônibus sair, fomos conhecer um pouco da cidade. Passamos pela praça Piazzale della Repubblica. 


Giardino Giovanni Pascoli, localizado entre as ruas de Dante e Carducci, construído na década de 1930, com uma forte referência ao jardim italiano, com a organização simétrica ao longo de dois leitos sempre verdes no eixo - um elíptico e um circular - banhados por faixas curvas.


Chiesa di San Francesco (Igreja de San Francesco) é um dos mais antigos edifícios religiosos em Udine, atualmente é usado para exposições temporárias. 


Cattedrale di Sta Maria Annunziata - Catedral da cidade, Santa Maria.


E o seu Battistero. 


Prefeitura. 


Logo em frente a Piazza della Libertá, a mais antiga da cidade, definida como a mais bela praça em estilo veneziano do continente. 


Dali subimos a colina no centro histórico para o Castello di Udine, é um dos principais monumentos da cidade, onde estão os museus cívicos, que incluem uma galeria de arte, o museu arqueológico e numismático, o museu Risorgimento, a Galeria de desenhos e gravuras, o Museu de Fotografia Friuli.


Uma das belas vistas da cidade!!


Passamos pela Palazzo D'Aronco onde estava acontecendo uma feirinha. 


Às 11h30, embarcamos da rodoviária de Udine para a vila. Estávamos ansiosos. Uau, a vila de antepassados, inclusive nosso sobrenome é o mesmo da vila.😉


12h, Chegamos!! Que emoção!! Realmente um lugar pequeno, sem nenhum grande atrativo, mas bonita. Vila totalmente plana.


Andamos pela pequena vila e chegamos na Igreja Parrocchia San Pietro e Paolo, por lá ficamos um tempo e seguimos.


Andamos pelas ruas vazias. E acabou a cidade,😕😕 13h30 já estávamos na rodoviária para retornar a Udine. 


Pouco antes das 14h embarcamos, chegando às 14h40 de volta à Udine. E 15h15 embarcamos no trem de volta à Veneza, onde chegamos no finalzinho da tarde.


Começo da noite embarcamos para Milão, acessem o post aqui👇
http://viajantesdemochila.blogspot.com.br/2018/01/italia-milao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário