Páginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

-- Stuttgart

📌ALEMANHA📌
GERMANY

Stuttgart





Cercada por pomares e colinas cobertas de floresta, já no fundo encontra-se o Rio Neckar, e o seu centro histórico com belas construções. Conhecida também como o berço da indústria automobilística do país.  

DIA 1
Viemos de Rothenburg em uma tranquila viagem de trem, contemplando essa linda vista e às 9H18 chegamos em nosso destino. 


Depois de fazer o check-in no hotel, fomos para estação central e pegamos o metrô, linha 1 do S-Bahn no sentido Kirchheim (Teck), descemos no NeckarPark (Mercedes-Benz), e seguimos as placas indicativas até o museu, mais ou menos uns 15 minutos de caminhada. O endereço é Mercedesstrasse, 100. No dia em que visitamos a entrada foi gratuita.

O museu está instalado em um prédio futurista com cerca de 160 veículos e 1.500 objetos expostos, em uma área de 16.500 m². São nove andares que está dividido em duas exposições: Legend Rooms e Collection Rooms.


No primeiro piso, logo na entrada avistamos esses elevadores hiper diferentes e enquanto ele sobe, imagens antigas são projetadas na parede do lado de fora. E quando chegamos no último andar somos transportados para 1.886, onde tudo começou.



Vídeo entrada!!!



Da invenção da carroça a motor, ao primeiro carro.



No trajeto fomos conhecendo a história e a evolução da marca. 



São muitos carros expostos, vontade de colocar todos aqui para vcs, desde os mais antigos até os dias atuais. 


Alguns modelos que encontramos por lá: Mercedes Benz 770


Mercedes Benz LK 338 Kipper


Mercedes Benz 300 SL Coupé


Mercedes Benz 300 SD


Carros de corrida


 Mercedes Benz F 400 Carving 


Mercedes Benz F 700


No final do passeio tem a lojinha, e também os carros à venda, onde pudemos matar à vontade e experimentar um pouquinho!!


Reserve pelo menos meio período para esse passeio.

Finalizamos nosso dia na região central dando uma paradinha na Johanneskirche (Igreja Evangélica de São João), construída no estilo neogótico e está situada em uma península no lago de fogo Feuersee. 


DIA 2
Cedo, bem cedo, seguimos para o Parque Killesberg, que fica ao norte da cidade e conta com 123 hectares
Um lugar lindo, tranquilo e de muita paz, realmente queríamos ter perdido horas lá. 
Conta com um mini zoológico, o Killesberg Railway (uma ferrovia que oferece excursões ao redor do parque), e a Torre Killesberg com ótimas vistas da cidade.



A torre de 42 metros de altura, construção de rede de aço, quatro plataformas e duas escadas opostas, oferece uma ampla vista sobre a cidade e o campo.


Uma das vistas!!



Fomos para a estação de trem central (torre da estação) e lá, subimos na torre. Não é cobrado ingresso e a vista também é bem bacana.



Ao descermos, compramos uns lanches e nos sentamos no Oberer Schlossgarten que é um distrito da cidade com 36 hectares, separado pelo B 14 em duas partes. No lado ocidental incluem-se o parque, o Novo Palácio com Schlossplatz, a casa quadrada do parlamento estadual e a casa de ópera e a Schauspielhaus do Teatro Estadual de Stuttgart para o distrito. 
Leste da estrada principal pode ser encontrado ao lado de outras instalações públicas, como a Galeria do Estado, o Wilhelmspalais ou a Biblioteca Estadual de Württemberg e o desenvolvimento residencial.


Daí, seguimos pelo próprio parque, conhecendo o Konigin-Katharina-Stift Gymnasium.



Staatstheater, o teatro.



Neues Schloss, construído em estilo barroco, já foi lar de antigos reis e atualmente é usado pelo governo do estado.


Dali, Rathaus, prefeitura.



Schlossplatz, maior praça da cidade, fica repleta de turistas e moradores.



Stiftskirche, principal Igreja Evangélica Luterana, localizada no centro da cidade.  


Haus Der Katholischen Kirche (Igreja Católica de Stuttgart), localizada no coração da cidade, na KonigstraBe 7, forma uma unidade com a Cadetral adjacente St. Eberhard.


Finalizamos o dia na movimentada Konigstrasse, cheia de lojas, boutiques, galerias, lojas de departamento, restaurantes e cafés.


Partimos de trem para Fussen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário