Páginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

📌DINAMARCA: Copenhagen




📌DINAMARCA📌
DENMARK

Copenhagen




A cidade mais alegre da Escandinávia e considerada um dos melhores lugares para se viver. Mais de 35% da população se locomovem com bicicletas, sendo referência mundial.   

DIA 1 - COPENHAGEN
Estávamos em Helsingor (relato completo aqui👇)

Passeio do dia, Fábrica de Cerveja - Carlsberg. Compramos nosso ingresso no local mesmo. Se preferir compre aqui👉 http://www.visitcarlsberg.com/ 


A marca foi fundada em 1.847, por J.C. Jacobsen e se destacou por oferecer cerveja de qualidade, hoje está entre as maiores do mundo. São produzidas cervejas tipo pilsen, larger, e também cervejas artesanais sob a marca Jacobsen.

Entrada da fábrica, o museu ainda está longe.


Rumo ao museu... 


Depois de comprado os ingressos, na loja da cervejaria, inclusive é cheio de suvenires, atravessamos um pátio com vários veículos antigos que eram utilizados na época, e hoje servem de exposição.


Entramos na Old Brewhouse, uma espécie de bar, onde já podíamos degustar nossa cerveja. Mas deixamos para o final. 


Seguindo, subimos para sala onde estão mais de 15 mil garrafas, tanto da Carlsberg como de outras marcas, já foi até para o Guinness Book.😮


Agora descendo, fomos para uma ala, onde é contada toda história da cervejaria.


De um pavilhão para outro, saímos em um jardim com várias esculturas, entre elas está a famosa "Pequena Sereia".


Um dos atrativos bem diferentes nesse passeio, foi ter a oportunidade de conhecer os estábulos onde é possível apreciar os cavalos🐎 da raça Jutland, que antigamente faziam a distribuição pela região, hoje eles são mantidos ali por fazerem parte da história da empresa.  


No final do passeio à degustação. São 5 opções para escolher. O ticket dá direto há 2 cervejas.🍺 


E para quem optar tem o restaurante👇 Bar Jacobsen Brewhouse, com vários tipos de pratos e a autêntica cerveja Carlsberg.  


Terminamos o passeio e voltamos para o centro, na Praça da Câmara Municipal, onde está à Copenhagen City Hall (Prefeitura), sede do conselho municipal. A construção foi inspirada na Prefeitura de Siena, na Itália, em estilo romântico nacional. O edifício é aberto ao público, apenas para subir na torre o guia terá que acompanhar.


Área interna da Prefeitura👇, não subimos na torre, pois estava chovendo e o tempo muito fechado, não iríamos ter uma boa vista. 


Passamos pelo Tívoli, muito famoso parque de diversões e o segundo mais antigo em funcionamento do mundo. Como não somos muitos adeptos, não entramos.


Mas é possível ver algumas partes de seu jardim.


Agora uma das Igrejas mais famosas da cidade -  Church Of Our Saviour (Igreja Nosso Salvador), inaugurada em 1.752 e no topo o Salvador em cima de um globo dourado vigia a cidade real de Copenhagen.


Operaen (Casa de Ópera), é uma das casas destinadas a música mais modernas do planeta e considerada a casa de ópera mais cara já construída. 


Também conhecido como cidade livre de Christiania, é tipo um bairro ou uma comunidade independente, era uma antiga área recém abandonada de bases militares, no subúrbio da capital, foi ocupada por hippies, anarquistas, artistas e músicos, como uma forma de protesto ao governo. 


Arquitetura que nos chamou muito atenção - The Old Stock Exchange (Borsen), um dos edifícios mais antigos de Copenhagen. Foi construído em estilo renascentista holandês. Em sua inauguração o espaço foi usado para 40 barracas de mercado. Atualmente é usada para jantares, conferências, festas e outros eventos. Não é aberto ao público.    


Holmes Church (Igreja de Holmen), localizada no centro da cidade, ficou famosa por ter hospedado o casamento entre Margrethe II da Dinamarca, a atual rainha da Dinamarca e o Príncipe Henrik em 1.967.


Finalizamos o dia no Christianborg Palace, (Palácio de Christianborg), localizado na ilha de Slotsholmen, contém o Parlamento Dinamarquês Folketinget, o Supremo Tribunal e o Ministério do Estado.
Algumas partes do palácio são usadas pela família real para várias funções e eventos. 

Informações e tickets 👇
   

DIA 2 - COPENHAGEN
Caminhamos pela rua Frederiksberggade, é tipo um calçadão com muitas lojas, um ou outro prédio histórico. Chegamos na Frederiks Kirken, a famosa Igreja de Mármore, com a cúpula verde, é uma das igrejas mais impressionantes da cidade.
A sala da igreja está aberta ao público todos os dias. Há uma vista magnífica da cúpula!!!


Kastellet (Cidadela), foi fundada pelo rei dinamarquês Cristão 4 em 1626. 


Hoje, os edifícios dentro da Cidadela são usados como quartéis militares e escritórios. No entanto, a área está aberta ao público, é um pulmão verde favorito para uma caminhada rápida ou jogging nas muralhas.


Chegamos em um dos pontos mais famosos e conhecidos da cidade - The Little Mermaid/Den Lille Havfrue (A Pequena Sereia), em 23/08/2013 completou 100 anos. Essa escultura retrata a triste história de um amor não correspondido, escrita por Hans Christian Andersen. Leia o conto original e poderá desfrutar ao máximo a estátua!😉    


Como faltava pouco para às 12h, seguimos direto para o Rosenborg Palace (Castelo de Rosenborg), pois queríamos assistir a troca da guarda.💂

Situado no Jardim do Rei, no coração de Copenhaguen, apresenta 400 anos de esplendor, tesouros de arte real e as Jóias da Coroa e Royal Regalia. Foi construído por um dos reis escandinavos mais famosos, Christian IV, no início do século XVII. 

Informações e tickets, acessem aqui👇


Os jardins são os mais antigos do país e foram estabelecidos no estilo renascentista por Christian IV no início dos anos 1600. É um verdadeiro retiro popular no centro de Copenhague.


Agora acompanhar a 💂troca da guarda,💂 bem diferente de todas que já vimos, pois a cerimônia não acontece aqui.


O Palácio é apenas o início de uma caminhada de aproximadamente 20 minutos pelas ruas do centro da cidade até ao Amalienborg Palace, onde acontece o cerimonial.






Amalienborg Palace (Palácio de Amalienborg), residência oficial de inverno da família dinamarquesa, que são formados por quatro palácios exteriores idênticos e ao redor da praça do palácio uma estátua do rei Frederik V, o fundador de Amalienborg.


Mais um ponto muito famoso - Nyhavn, era um porto comercial ocupado por muitos navios. A área era cheia de marinheiros, garotas de programa, pubs e cervejarias. Hoje, as belas casas antigas foram renovadas e os restaurantes clássicos dominam o antigo porto. Está cheio de pessoas que gostam da atmosfera descontraída pelo canal, música de jazz e ótima comida.  


Trinitatis Church (Igreja da Trindade), inaugurada em 1.656 e consagrada como igreja para professores e estudantes da Universidade. Hoje serve como igreja paroquial comum. Pode-se ter uma vista de toda cidade na torre da igreja.


DIA 3 - COPENHAGEN 
Atravessamos o Orstedsparken e fomos conhecer o Botanical Garden - Jardim Botânico, com uma área de 10 hectares. 


Contém mais de 13.000 espécies e está organizado em diferentes setores, incluindo: plantas dinamarquesas (600 espécies), plantas perenes (1.100 espécies), plantas anuais (1.100 espécies). 


Possui jardins de rocha com plantas de áreas montanhosas na Europa Central e do Sul.  


Com 27 estufas, a mais notável é a antiga Palm House de 1.874 que tem 16 metros de altura.


Para finalizar o dia, pois ainda viajaríamos para Alemanha, fomos na Copenhagen Catedral (Catedral de Nossa Senhora), em estilo neoclássico é afiliada à religião protestante.


E nossa próxima cidade foi Hamburgo, na Alemanha, acompanhem tudo aqui!!👇

Nenhum comentário:

Postar um comentário