Páginas

sexta-feira, 4 de janeiro de 1980

Expoflora - SP




EXPOFLORA

Faltando apenas um dia para o início da estação mais florida do ano resolvemos visitar nada mais nada menos que a EXPOFLORA, que é a maior festa de flores da América Latina relacionada a flores. Acontece anualmente em Holambra, a apenas 41 km de Campinas.
Partimos por volta de 13h30 chegando por lá pouco depois de 14h. Carro devidamente estacionado, seguimos para entrada da festa. Muita gente, muito calor, ... trocamos os convites que ganhamos na bilheteria e entramos. Logo na entrada nos deparamos com o Shopping das Flores um espaço com mais de 200 espécies e duas mil variedades de flores e plantas ornamentais para venda. Não visitamos esse local, pois além de muito cheio, não tínhamos a intenção de comprar.
Existem muitos restaurantes e barracas de comidas e bebidas, muita árvore que favorece em dias de sol forte, etc.
Continuando a caminhada passamos por algumas barracas de souvenires holandeses, onde podemos encontrar artesanato, moda e decoração. Próximo a esse espaço outro todo coberto onde acontecem as danças típicas: 300 bailarinos, entre 9 e 18 anos de idade, apresentando-se a partir das 14h30 em palcos que existem espalhados pelo local da festa.  Os ritmos e histórias do folclore holandês são apresentados com a graça e desenvoltura pela juventude holambrense. Como chegamos um pouco tarde não conseguimos assistir. Para nos é um grande prazer conhecer outras culturas, outras etnias, ...
Seguimos e fomos visitar a Mostra de Paisagismo e Jardinagem, em um espaço cercado com diversos e belos ambientes, montados por paisagistas, decoradores e designers de interiores:



Saindo desse local somos direcionados para a Exposição de Arranjos Florais, em um ambiente fechado e climatizado com cerca de 250 mil hastes de flores e plantas. Um lugar muito rico em flores e detalhes. Plantas, flores, arranjos, ... lindos e perfeitos. O que mais chamou a atenção foi à rosa multicolorida:





O produtor Holandês Peter Van de Werken que desenvolveu um corante natural que garante pétalas de diferentes cores em uma mesma rosa (azul, vermelho, laranja, amarelo, verde, lilás, cor-de-rosa entre outras). Porém o produtor esconde o segredo a sete chaves. Ele apenas deixa claro que usa muita química e corante durante o crescimento do vegetal.


Na Holanda, as rosas multicoloridas também existem e são chamadas de Happy Rose (Rosas Alegres) ou de Rainbow (Arco-íris).


Às 16h, todos já se movimentavam para a tão esperada e famosa Chuva de Pétalas, que aconteceria às 16h30. Dessa maneira nos aproximamos do local, que já ia lotando. Por sorte encontramos um lugarzinho bem legal e por ali ficamos instalados. É na verdade um espetáculo, mas pena que as pétalas de rosas arremessadas não alcançam todos que ali estão. Então o jeito é apenas olhar de longe mesmo. São mais de 150 kg de pétalas por apresentação, equivalente a 18 mil botões de rosas, despetalados um a um. Diz à tradição que quem pega uma pétala no ar tem seus desejos realizados. Não conseguimos pegar nenhuma pétala. Que pena!!! Ficamos longe:
Depois desse belo acontecimento fomos caminhar mais um pouquinho pela festa, pois logo as 17h30 iria ter o vôo de helicóptero onde são arremessadas mais pétalas de rosas, mas agora em toda a área da festa. Então tínhamos mais uma chance de pegar uma pétala. Mais também não foi dessa vez.

Chegamos ao fim de mais um belo passeio. Uma festa interessante e bonita. Porém vale ressaltar aqui, que as flores não ocupam o papel principal, uma vez que o comércio de artesanato e afins ocupa grande parte de todo o espaço do evento. Mesmo assim, vale a pena conhecer!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário