Páginas

quarta-feira, 2 de janeiro de 1980

Pirapora do Bom Jesus


PIRAPORA DO BOM JESUS

SÁBADO
           
Mais um dia de passeio por alguma cidade não muito distante de Campinas. Mas qual?

Pensando um pouco, logo estava decidido: Pirapora do Bom Jesus.

Explicações sobre o nome da cidade: origem no tupi guarani, Pira = peixe e pora = pula; no ano de 1725 foi encontrada em uma pedra do rio uma imagem de madeira do Senhor Bom Jesus; então, juntando-se os nomes, surgiu o nome da cidade, atualmente com menos de 20 mil habitantes.

Ok, vamos viajar. Rodovia Santos Dumont até Salto, depois Rodovia Deputado Archimedes Lammoglia até Itu.

Agora era atravessar a cidade até a Estrada dos Romeiros. Grata surpresa foi avistar logo na entrada da cidade grandes Ipês Roxos totalmente floridos (FOTO). Lindos!


Não demorou muito e lá estava a estradinha de mão única, que segue margeando o Rio Tietê. Uma pena a poluição que, mesmo já fora da grande São Paulo, ainda se faz presente.

Alguns quilômetros após o início da estrada, do lado esquerdo, existe uma gruta (FOTO) aberta à visitação. Muito interessante.




Seguindo pela bela estradinha, mais alguns quilômetros e lá está Cabreúva.

Opa, uma romaria! Certamente nossos destinos eram os mesmos: a pequena cidade, “cortada” pelo Rio Tietê e “movida” pela religião.

Pronto! A cidade.

Hora do almoço. Existem alguns poucos restaurantes na região central e os valores cobrados são baixos.

Início da tarde. Onde ir? Praça central, as margens do rio, e onde está a igreja matriz (FOTO). Aos fundos desta, no alto do morro, encontra-se o Santuário Cristocêntrico do Brasil.




Andar de carro não! O negócio é caminhar.

E caminhando, atravessando o rio, rapidinho chegasse ao Parque dos Romeiros. Pequeno e com atrações que correspondem ao tamanho da cidade.

Pronto! Parque visitado. Mais ou menos 14h.

E agora? Novamente praça central, onde nesse momento já tinha uma boa quantidade de turistas/ romeiros.

Lugar ideal para compra de lembrancinhas e, se deliciar com o sorvetão de Itu. Sorvetão de Itu? Mas aqui também tem? Sim, tem! Enorme e delicioso!

É isso! Cidade visitada e sempre caminhando. Tranquilo.

Próxima parada? O cruzeiro da cidade (FOTO), localizado em um morro, de onde se pode avistar toda a cidade. Lugar muito bacana, que se chega de carro. Fica na estrada que liga essa cidade à Santana de Parnaíba.




Final da tarde. Vamos embora?

Santana de Parnaíba, Rodovia Anhanguera e finalmente, Campinas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário