P√°ginas

quarta-feira, 2 de janeiro de 1980

URUGUAI (Montevidéu - Punta Del Este - Colonia Del Sacramento)



ūüďĆURUGUAIūüďĆ
Montevidéu
Colonia Del Sacramento
Punta Del Este





País pequeno, mas muito charmoso, faz fronteira com Argentina e com o estado brasileiro Rio Grande do Sul, sendo a segunda menor fronteira do Brasil.
Repleto de praias, campos, cidades hist√≥ricas... Por ser um pa√≠s pequeno √© poss√≠vel percorrer diversos estilos tur√≠sticos em alguns dias. Vamos conhecer!ūüėČ

DIA 1 - MONTEVID√ČU 

Aproximadamente 9h30, chegamos para conhecer Montevid√©u. Por ser uma cidade plana, seria f√°cil para caminhar pelas ruas e avenidas movimentadas. Saindo do hotel, seguimos at√© a Av. 18 de Julio. Ali chegando, rumamos para a direita, para conhecer a Plaza Cagancha.ūüĎá 


Pr√©dios antigos e muitas galerias, pequenas lojas de lembrancinhas, lojas de roupas, cal√ßados, doces e principalmente alfajores! 
Seguimos para o Pal√°cio de los Tribunales. Retornando a Av. 18 de Julio e seguindo para a Plaza Ingeniero Juan P. Fabini (FOTO). Ali, no subsolo, fica o centro municipal de exposi√ß√Ķes. Essa pra√ßa √© linda, com muitas flores, uma grande fonte em estilo grego e v√°rios chafarizes ao longo de sua extens√£o. Na avenida, os bares colocam suas mesas com cadeiras para os frequentadores do lado de fora, proporcionando algo muito prazeroso. 


Seguindo pela Av. 18 de Julio para a Plaza Independ√™ncia, limite entre a Cidade Velha e a √°rea central, que antigamente se conhecia como Cidade Nova. Bem no centro da pra√ßa encontra-se a grande est√°tua de Jos√© Gerv√°sio Artigas; o Uruguai valoriza muito os combatentes de guerra que lutaram para a independ√™ncia do pa√≠s. Na maioria dos locais vemos algo que nos remete a isto. Na esquina desta pra√ßa, do outro lado da rua h√° o Teatro Solis (FOTO), muito simples, por√©m imponente. Lindo! Rodeada por belos e antigos edif√≠cios, que sem d√ļvida, valem ser apreciados. 


Esta regi√£o j√° se encontra perto do porto e √© bem movimentada. E √© nessa pra√ßa que est√° um enorme monumento, chamado Puerta de La Ciudadela (FOTO), em portugu√™s Porta da Cidadela, simboliza o muro espanhol e a entrada para antiga cidadela, que corresponde atualmente √† Ciudad Vieja, o bairro mais antigo da cidade.


Continuando, ent√£o, caminhando. Da√≠, pela Peatonal Sarandi, que √© um cal√ßad√£o para pedestres. Muita gente, lojas variadas, caf√©s, bares, etc. Depois do almo√ßo fomos conhecer o Puerto de Montevideo, bem pertinho dali. Seguimos andando at√© chegar ao porto, que fica situado num local conhecido como Ciudad Vieja. No porto, nada mais natural do que monumentos em homenagem aos combatentes. Neste caso, o homenageado atrav√©s de uma grande est√°tua foi Garibaldi, que foi chefe das for√ßas navais de 1842 a 1848! Essa est√°tua fica na Plaza Manuel Herrera y Obes. √Č de se imaginar que como todo porto, a regi√£o √© um pouco depreciada e n√£o t√£o bem cuidada, se comparada a beleza de outras como o centro. 

Mercado Del Puerto, algo como o mercado municipal de S√£o Paulo. N√£o havia muito movimento, mas deu para conhecer. Depois, o retorno ao hotel, pois aconteceria um city tour as 14h. 


O √īnibus seguiu pela Av. 18 de Julio, a principal de Montevid√©u. Essa data √© muito importante para o Brasil. Olha aqui os fatos hist√≥ricos: 1824 – os primeiros alem√£es chegam para colonizar o Rio Grande do Sul; 1841 – D. Pedro II coroado Imperador; 1971 – √ļltima partida de Pel√©; 1968 – funda√ß√£o da Intel nos EUA; 1918 – nascimento de Nelson Mandela na √Āfrica do Sul; e para o Uruguai em 1930 √© declarada a constitui√ß√£o uruguaia! 


Come√ßamos o passeio pelo Pal√°cio Legislativo (FOTO), situado na Plaza Plebiscito 30/11/1980. √Č uma magn√≠fica constru√ß√£o, por dentro revestido por m√°rmore e granito. Come√ßou a ser constru√≠do em 1908 e teve sua inaugura√ß√£o em 1925, comemorando o centen√°rio da Declara√ß√£o da Independ√™ncia Uruguaia. 


A entrada principal √© o “vest√≠bulo de honra”, h√° grandes quadros nacionais nas paredes e colunas de granito vermelho. Ap√≥s, h√° o sal√£o dos Passos Perdidos, totalmente revestido de m√°rmores e granitos nacionais que foram extra√≠dos de Maldonado e Canelones, dois munic√≠pios/estados pr√≥ximos a Montevid√©u. Este sal√£o divide o pr√©dio, de um lado est√° a C√Ęmara dos Senadores e de outro a dos Deputados, com lindos vitrais em suas entradas. No meio deste sal√£o h√° um circulo em granito preto e sobre ele est√£o as Atas originais da declara√ß√£o da independ√™ncia. Seguindo, encontramos o sal√£o de festas do pal√°cio. O teto √© folhado a ouro! O mobili√°rio e os lustres foram feitos em bronze e cristal de Murano. O ch√£o √© coberto com um tapete turco, enorme, feito a m√£o e sendo uma pe√ßa s√≥. H√° muitas pinturas de artistas uruguaios retratando as batalhas... Muito rico n√£o s√≥ em detalhes, mas tamb√©m em historia. A Biblioteca √© algo para se parar e admirar!!! Segundo o guia, tem mais 250.000 volumes e costuma ficar aberta ao p√ļblico em hor√°rios espec√≠ficos. 


Passamos pela Torre de Telecomunica√ß√Ķes. Depois seguimos para o Est√°dio Centen√°rio e Monumento a La Carreta (FOTO) no Parque J. Batlle e Ordo√Īhez que ficam bem pr√≥ximos um do outro. 


Seguimos por diversos bairros, admirando belas casas com seus maravilhosos jardins. Descemos na Plaza De La Armada (FOTO). Um local muito bonito, no bairro Buceo repleto de árvores, palmeiras imperiais, com avenidas largas, grandes casas com jardins exuberantes e muitos prédios modernos.


Neste bairro nobre est√° o Montevideo Shopping, o WTC Montevideo e WTC Free Zone. Passamos pela Rambla Arm√™nia e retornamos para a regi√£o central. Fomos ent√£o para a Catedral Metropolitana, na Calle Sarandi. Passamos novamente pela Plaza Matriz com seu artesanato e conhecemos o Templo Ingl√™s. Continuamos pela Calle Sarandi e chegamos a Plaza Independencia, onde j√° t√≠nhamos estado. Final da tarde e nosso city tour havia terminado. Conhecemos muitos lugares. Durante o passeio ficamos sabendo que na segunda-feira teria outro “city tour”, para a cidade de Colonia Del Sacramento. Como o dia estaria livre, mais um passeio contratado. 

DIA 2 - PUNTA DEL ESTE

Aguardamos pelo guia para mais um dia de passeio, que seria em Punta Del Leste. No caminho passamos por locais m√°gicos!!! Paisagens dignas de pinturas!! Dentre essas pinturas est√° o Argentino Hotel, um pr√©dio antigo e imponente. Muito bonito. Passamos pelas cidades de Atl√Ęndida e a litor√Ęnea Piri√°polis, que tamb√©m fazem parte do passeio. Em Piri√°polis fomos ao Cerro San Antonio (FOTO), de onde se tem uma vista panor√Ęmica de toda a regi√£o. Metade da manh√£ e seguimos caminho. 


A parada agora foi em Punta Ballena (FOTO), as margens do Oceano Atl√Ęntico. Um morro com uma linda vista e tamb√©m onde est√° a Casa Pueblo. Criada pelo artista pl√°stico Carlos P√°ez Vilar√≥, a casa √© toda branca e com formas arredondadas. Funciona ali um museu. Desse ponto era poss√≠vel avistar Punta Del Este, cidade situada no distrito de Maldonado.



Considerada um dos balne√°rios mais luxuosos do mundo e tamb√©m um dos mais charmosos da Am√©rica Latina, tendo a op√ß√£o de praias no Oceano Atl√Ęntico e tamb√©m do Rio da Plata. Pode-se ver suntuosas casas t√≠picas de balne√°rios, modernos edif√≠cios de grande altura, um porto com grande infraestrutura e capacidade de desembarque, locais comerciais de importantes marcas, restaurantes, pubs, ... Ali tamb√©m est√° o famoso Cassino Conrad, muito bonito diga-se de passagem!! 

O √īnibus entrou na cidade e nos levou para conhecer o luxuoso bairro de Beverlly Hills, com suas magn√≠ficas mans√Ķes. Descemos e come√ßamos nossa caminhada. De posse de um mapinha da cidade, o primeiro local visitado foi o Mirante. Seguindo, ent√£o para a marina que na verdade √© um porto, chamado Nuestra Se√Īora de La Candelaria. Ali, um le√£o-marinho, e tamb√©m albatrozes, formando uma cena magn√≠fica! 



Voltando para a orla, l√° estava a Playa Mansa. Tempo nublado, mas que de forma alguma atrapalhou o passeio. Ap√≥s um tempo por ali, foi seguir por ruas at√© chegar a Playa El Emir. Caminhar ent√£o, para a Playa Brava (FOTO), onde est√° o monumento “M√£o do Afogado”, uma escultura de dedos que remete a uma m√£o saindo da areia da praia.


Ponto tur√≠stico e muito visitado da cidade. E a caminhada tinha que continuar. Rodovi√°ria e enorme Casino Del Uruguay, com muitos lindos taxis estacionados na frente. J√° era final da tarde e retornamos! 
Chegamos em Montevideo e como ainda restava o finalzinho da tarde ensolarada, a pedida agora era ir at√© a Rambla Sur (esp√©cie de cal√ßad√£o) e apreciar o p√īr-do-sol, um espet√°culo lindo naquele local! 

O regresso ao hotel j√° no in√≠cio da noite e, ap√≥s um banho, o jantar. O local escolhido foi a Cerveceria La Passiva (Av. 18 de Julio x Av. Ejido). Chivito! T√≠pico prato uruguaio!!!! Na verdade, √© um lanche, bem servido, com fil√© bovino, alface, tomate, e junto ao prato vem batatas fritas! Depois deu para assistir uma apresenta√ß√£o de tango na Plaza Fabini. Uma circulada por ali e o retorno ao hotel, pois no dia seguinte teria o passeio √† Colonia Del Sacramento!  

DIA 3- COLONIA DEL SACRAMENTO
Essa cidade tem origem na antiga cidade de Col√īnia do Sant√≠ssimo Sacramento, fundada h√° 331 anos por Manuel Lobo, a mando do Imp√©rio Portugu√™s no s√©culo XVII. A √°rea onde localiza-se a funda√ß√£o portuguesa, hoje faz parte do Centro Hist√≥rico, reconhecido pela UNESCO como Patrim√īnio da Humanidade. A estrada segue por plan√≠cies com fazendas de gado, com casas aconchegantes, que inspiram tranquilidade. 


Paramos numa esp√©cie de coliseu! Sim um coliseu na America do Sul, √© a Plaza Del Toros (FOTO), da cidade, onde infelizmente n√£o √© permitida a entrada. √Č uma constru√ß√£o muito antiga e que corre o risco de desabamento. Uma pena porque parecia ser bem interessante por dentro! 



A pr√≥xima parada foi a Fortaleza Del Colonia (FOTO). Trata-se de uma fortaleza constru√≠da a mando de D. Pedro II, em 1679, junto ao Rio da Plata, e de onde se avista Buenos Aires. Nesta √©poca, Colonia era terra de Portugal e sendo assim toda a regi√£o tem caracter√≠sticas lusitanas. Inclusive algumas casas populares conservadas nas ruas que ficam dentro da fortaleza. Nem preciso dizer que a cidade √© uma maravilha, n√£o! Tanto que √© considerada Patrim√īnio Hist√≥rico pela UNESCO. Seguimos pelas ruas de pedra, com casas rudimentares!! De pensar que aquela estrutura toda tinha mais de 300 anos e quantas hist√≥rias vividas ali!!! Tudo conservado pelo tempo.... 


Entramos pelo Porton del Campo e seguimos até a Plaza Mayor, de lá fomos até o Farol (FOTO), bem de frente ficam as ruínas do convento de San Francisco, que foi construído na mesma época que a fortaleza, porém destruída por um incêndio anos depois.


Depois continuamos a andar pelas ruas, at√© chegar ao Paseo San Gabriel. Pode-se definir como uma orla contornando o Rio da Plata. E o passeio continuou: mais caminhada pelas ruas da bela cidade hist√≥rica e cultural de Colonia. (FOTO).  


DIA 4- MONTEVID√ČU
Nesse dia fizemos nosso passeio todo √† p√© e sem guia, dessa maneira passamos por locais j√° visitados anteriormente, mas com mais tempo de usufruir de cada lugarzinho. E no final da tarde, fomos presenteados com esse lindo p√īr do sol, √†s margens do Rio da Plata.ūüĎáūüĆĚ


E assim encerramos nossa trip pelo Uruguai, adoramos esse pa√≠s e com certeza vamos voltar!!ūüėČ

Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio