Páginas

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Cássia dos Coqueiros - SP



🔻CASSIA 

DOS 

COQUEIROS🔻 




Localizada na região metropolitana de Ribeirão Preto, considerada um centro turístico, pois tem as opções da Cachoeira do Itambé (86 m de queda), Mirante e Toca da Onça.

DIA 1
De Campinas fomos diretamente para Pirassununga, pela Rodovia Anhanguera. Percurso feito em tranquilas 1h30.
Uma paradinha em Porto Ferreira, passando pela Cachoeira de Emas. Nosso primeiro passeio: Parque Estadual de Porto Ferreira, na Rodovia SP 215, Km 89 (FOTO).


Seguimos pela trilha das Árvores Gigantes, em meio a mata. Depois de caminhar por um certo tempo e não tendo encontrado nenhum atrativo, retornamos.  

Seguimos para Cajuru, chegamos no final da tarde, e fomos caminhar pelas ruas centrais, paramos na Praça principal onde tudo acontece, e que também ali está a Igreja Matriz de São Bento.👇 



DIA 2
Pela manhã partimos rumo Cássia dos Coqueiros (FOTO), a aproximadamente 20 km de distância de Cajurú.



Da cidade até a Cachoeira do Itambé (FOTO) foram 3 km pela estrada asfaltada, que liga a cidade à Sá Benedito das Areias. Seguindo pela estrada, é preciso estar bem atento, pois existe apenas uma placa informativa do lado direito, já na entrada da propriedade, que inclusive possui um camping e um bar.


Na portaria, paga-se pela entrada (ingresso por pessoa), com direito a permanecer no local o dia todo.

A cachoeira fica em um dos lados de um grotão. Do outro lado está o camping e um bar, com o estacionamento para veículos. É ali o início da trilha.


Bem, vamos à aventura: a trilha começa super agradável, mas é só o comecinho mesmo. De repente, lá vem a descida. E que descida. Uma “pirambeira” terrível. Existe uma corda que serve de corrimão, tamanho o desnível do terreno. Exaustiva descida, com muitos insetos, por cerca de 30 minutos. Terrível!


Então, chega-se a base da cachoeira. Existe isso? Sei lá!


Na verdade a água cai ainda sobre pedras e, junto a estas, existe um laguinho👇👇. Dá para entrar na água.



Depois de uma hora ali descansando e contemplando o lugar, optamos por retornar. Só de lembrar, dá tristeza.😅😆 Que subida horrorosa. Mais uns 30 minutos e felizmente, estávamos junto ao bar, de onde partimos. Claro, mais um bom tempo descansando.

Fomos conhecer a Cachoeira do Meio (FOTO). Fácil de se encontrar. Fica ao lado do Ginásio Poliesportivo. Foi só estacionar o carro na rua e seguir para a frente do ginásio. Ali, logo ao lado existe uma passagem que conduz a um grande gramado, já junto à cachoeira.


O local estava lotado. Muita gente pelo gramado comendo e bebendo. Outras tantas pessoas na água. O local é realmente fantástico. Bem família. A cachoeira é muito legal e na sua queda, forma um lago raso, ideal para se nadar. Claro, ficamos por ali por muito tempo. Rs!

DIA 3
Bem cedo, fomos até a praça central👇 de Cajuru para um rápido passeio. 


Dali, seguimos para a Cachoeira da Serra (FOTO). Fica em uma propriedade privada muito bem estruturada. Ali existe um camping e restaurante.


Pagamos pela entrada e seguimos para a cachoeira. Uma trilha super tranquila até o local, com exceção de uma pequena cobra🐍🐍 que cruzou nosso caminho. Ehehehehe.

Subimos até a parte de cima da cachoeira, pois estava mais vazia, e ficamos deitamos sobre a água tranquilamente.

13h30 iniciamos nosso percurso de volta, rumo à Campinas. Perto das 15h, paramos em Cachoeira de Emas (FOTO). Fomos até o rio, tomamos um sorvete, descansamos um pouco e 16h, pegamos a estrada novamente. 17h30, eis Campinas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário